27 de set de 2010

Google Street View no Brasil, dia 30/09

Serviço começou a mapear São Paulo e Rio de Janeiro no início de 2010. Plano inicial é cadastrar imagens em 360 graus de sedes da Copa de 2014.



Visão compartilhada, Google Maps + Street View

O Google vai permitir, a partir de quinta-feira (30/9), que o internauta faça um “passeio virtual” pelas ruas de algumas cidades brasileiras. O site de buscas americano anunciou para a próxima semana a chegada das imagens capturadas no país ao serviço Google Street View, que integra fotografias em 360 graus aos serviços de mapas Google Maps e Google Earth.

Desde janeiro, cerca de 30 carros com câmeras especiais acopladas no teto circulam pelo Rio de Janeiro e São Paulo – Belo Horizonte já tinha sido mapeada por ser a sede de tecnologia do Google no país. Quando iniciou a captura de imagens no Brasil, o Google anunciou que o plano era registrar todas as cidades brasileiras escolhidas como sede para a Copa do Mundo de 2014.

“Vamos fotografar dos grandes centros urbanos para os menores, de acordo com o interesse público. Naturalmente, vamos privilegiar as grandes capitais e as cidades que sediarão a Copa do Mundo”, afirma Felix Ximenes, diretor de comunicação do Google Brasil. “Esses locais despertarão muito interesse tanto dos brasileiros como do mundo todo”.

Após a primeira fase, o serviço de captura de imagens não será interrompido. O trabalho no Brasil será contínuo, como é feito nos 28 países em que o Street View está presente no Google Maps. Os carros não irão parar de rodar pelo país.

O Google Maps é um conjunto de mapas de todas as cidades e ruas do mundo e o Street View é uma funcionalidade adicional deste serviço. “Nem todo mundo consegue interpretar um mapa com naturalidade”, explica Ximenes. “Faz muito mais sentido olhar o mapa através da realidade das ruas e nosso serviço traz a representação gráfica e agrega a ela uma representação real das localidades e das referências geográficas”.
Cada carro leva nove câmeras fotográficas, que captam imagens do horizonte e do céu, fornecendo uma captura de 360º na horizontal e 280º na vertical. Ao fotografar as ruas, um GPS marca as imagens para que o computador identifique onde é o local.

“As imagens são tratadas por um software proprietário desenvolvido pelo Google, criando uma espécie de bolhas”, diz o diretor de comunicação. “A sensação é que se trata de uma imagem única que, quando associada a outras capturas, dará uma ilusão de sequência ao se navegar pelo Street View”.

Sei de certeza que na cidade que eu moro vai demorar muito ainda, quem sabe daqui uns 5 anos.. enquanto isso, vamos passeando pelas cidades do Brasil.

Veja mais notícias aqui, aqui e aqui.

0 comentários:

Postar um comentário